Smartencyclopedia

Steve Ballmer vai deixar a Microsoft

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

 

O presidente da Microsoft desde 2000, Steve Ballmer, vai sair da liderança da empresa daqui a um ano, não sendo ainda conhecido o sucessor, anunciou a companhia, o que fez disparar as ações mais de 7%.

 

"Nunca há uma altura perfeita para este tipo de transição, mas agora é a altura certa", anunciou Steve Ballmer num comunicado divulgado, esta sexta-feira. "A ideia original sobre o 'timing' era que a reforma acontecesse a meio da transformação da companhia para uma empresa de aparelhos e serviços", mas depois o responsável concluiu que "é preciso um CEO que esteja cá a longo prazo para encaminhar [a empresa] nesta nova direção".

 

No seguimento do anúncio, as ações da Microsoft subiram 7%, num claro sinal de que os investidores consideram que a saída do presidente é positiva para o futuro da empresa.

 

Ballmer tomou as rédeas daquela que já foi a líder incontestada do mercado de "software" e a maior empresa tecnológica do mundo, em valor, em 2000, quando Bill Gates saiu da liderança quotidiana da empresa, mas nos últimos anos tem sentido grandes dificuldades em manter as preferências dos consumidores, que evoluíram para os portáteis e para outras formas de comunicação e entretenimento.

 

Embora o Windows continue a estar na grande maioria dos computadores pessoais e portáteis, tem tido pouco ou nenhum impacto no mercado dos "smartphones" e dos "tablets", que está em crescimento acelerado.

 

Com 57 anos, Ballmer vai continuar como CEO, liderando a empresa nos próximos doze meses, e participará num grupo de trabalho que vai encaminhar a empresa para o seu novo rumo, no qual estará acompanhado por Bill Gates, Chuck Noski e Steve Luczo.

dn

 

 

 

 

Onde Ficar em Lisboa?

As Nossas Publicações

  

   

 

  

    

  

  

 

 

  

      

 

 

login | registo