ptenfrdeitrues

Site In English França

sexta, novembro 16, 2018
Você está aqui:Noticias»Economia

Itália torna-se assim no primeiro país a ver o seu projeto orçamental "chumbado" por parte da Comissão Europeia.

488.865% - este é o aumento dos preços no consumidor que se faz sentir na Venezuela desde Setembro do ano passado, revelou um membro da oposição no congresso venezuelano, esta segunda-feira, citado pela Reuters.

A OCDE reviu, esta quinta-feira, em baixa as perspetivas de crescimento da economia mundial para 2018 e 2019, para 3,7% nos dois anos, e advertiu que há sinais que indicam que o avanço do PIB global já atingiu o máximo.

A menos de seis meses da saída do Reino Unido da União Europeia, o Fundo Monetário Internacional não esconde a preocupação num cenário de ausência de acordo entre as duas partes. Christine Lagarde, diretora-geral do FMI, diz mesmo que “espera e reza” por um entendimento entre Londres e Bruxelas, mas que a economia britânica vai sofrer, independentemente dos termos da saída. Também esta segunda-feira, a primeira-ministra britânica insistiu que o plano Chequers constitui a única saída para um possível entendimento com as entidades europeias.

Milhares de gregos manifestaram-se hoje em Salónica (norte) contra um projeto de acordo sobre o nome da Macedónia e a política económica do Governo, onde o primeiro-ministro Alexis Tsipras anunciou novas medidas económicas.

De acordo com fonte oficial da SIBS, há actualmente "conversações com a Euronet no sentido de se estudarem possíveis modelos de colaboração".

É oficial: os EUA e o México já assinaram um acordo para a renegociação do chamado NAFTA. Uma designação que deixará de ser usada, uma vez que os dois países decidiram mudar o nome do acordo. Aguardam agora que o Canadá se junte nas negociações.

A partir de agora, economia grega, que parece estar caminhando para a recuperação, terá de se sustentar sem a rede de segurança financeira da União Europeia. Otimismo da população, porém, é cauteloso.

A turbulência provocada pela crise na Turquia levou os investidores a retirarem dinheiro dos activos dos emergentes, em particular da África do Sul e da China.

Um dia depois do apelo a um boicote a produtos electrónicos dos EUA, Erdogan ordenou uma subida das tarifas sobre uma série de bens dos EUA, incluindo álcool, tabaco e automóveis.

Pág. 1 de 2

Usamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência ao usá-lo. Os cookies utilizados para o funcionamento essencial deste site já foram definidos. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information