ptenfrdeitrues

Site In English França

quarta, março 20, 2019
Mundo

Mundo (147)

ÁFRICA | ÁSIA | EUROPA | AMÉRICA DO SUL | AMÉRICA CENTRAL | AMÉRICA DO NORTE | ESTADOS UNIDOS | MÉDIO ORIENTE |

sábado, 16 março 2019 22:07

Capital francesa está de novo a arder

Escrito por

Hoje é dia do tira-teimas em França. O Grande Debate Nacional terminou e os Coletes Amarelos manifestam-se em diversas artérias da capital francesa. Incidentes começaram às 11h locais.

Homens armados invadiram duas mesquitas em Christchurch, Nova Zelândia, nesta sexta-feira, deixando 49 mortos e 48 feridos, segundo o New Zealand Herald, no que a primeira-ministra Jacinda Ardern chamou de "ataque terrorista" bem planeado.

Depois das votações de ontem, que rejeitavam um Brexit sem acordo, deputados decidem que não querem uma segunda consulta popular sobre a saída da União Europeia, mas aprovam um pedido de adiamento do Brexit.

A câmara baixa do Parlamento britânico chumbou esta terça-feira a segunda versão do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia, por 391 contra 242 votos. A primeira versão tinha sido chumbada há cerca de mês, por 230 votos.

A ex-primeira dama e secretária de Estado de Barack Obama, que perdeu as últimas presidenciais para Donald Trump, anunciou esta segunda-feira que não concorre às eleições do próximo ano nos Estados Unidos.

Em caso de chumbo do acordo, May irá propor ao Parlamento que vote uma extensão do Artigo 50, isto é, um adiamento do Brexit. Extensão do prazo para o fim da ligação do Reino Unido à União Europeia também irá a votos.

Fontes de Bruxelas citadas pelo The Guardian dizem que adiar saída do Reino Unido para 2021 é uma das hipóteses em cima da mesa. A saída devia ocorrer já no final de março deste ano.

O centro de treino militar da União Europeia em Koulikoro, no Mali, foi esta madrugada alvo de um ataque terrorista, sem ferir qualquer dos quatro militares portugueses que ali se encontram em missão, informaram hoje as Forças Armadas.

Pelo menos 11 militares e dois polícias venezuelanos decidiram hoje desertar, deixando de apoiar o regime de Nicolas Maduro, segundo avançou a agência Efe, citando dados do departamento Migração da Colômbia.

Maduro corta relações com Bogotá no dia em que o opositor Juan Guaidó queria ganhar os militares. Quatro mortos na zona de fronteira com o Brasil e dezenas de feridos na raia colombiana a registar este sábado.

Pág. 1 de 11

Parceiros Educacionais

National Geographic   Discovery Channel   Diplomacia 

Usamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência ao usá-lo. Os cookies utilizados para o funcionamento essencial deste site já foram definidos. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information