ptenfrdeitrues

          Outras Línguas

English Français 中文

quinta, abril 02, 2020
Você está aqui:Notícias»Portugal»Portugal: Criado um “Kit” de diagnóstico para o novo coronavírus
terça, 24 março 2020 13:01

Portugal: Criado um “Kit” de diagnóstico para o novo coronavírus Destaque

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

Os dias passam e a humanidade corre contra o tempo! É preciso arranjar uma solução para o novo coronavírus, sabendo que, tendo em conta as informações da comunidade científica, essa poderá demorar algum tempo.

Em Portugal surgiu agora um “Kit” de diagnóstico para o novo coronavírus e já foi acreditado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

A notícia está a ser avançada pelo jornal Publico, que revela a existência de um kit de diagnóstico português ao novo coronavírus. De acordo com as informações, este kit já foi acreditado pelo laboratório de referência no país para a realização dos testes (o laboratório Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge – Insa). Ao realizar um diagnóstico da doença é possível um combate mais eficaz da mesma.

Em declarações ao jornal, a investigadora Maria Manuel Mota, diretora do Instituto de Medicina Molecular (IMM) da Universidade de Lisboa, revelou que começou a aperceber-se de que os testes de diagnóstico (vindos do estrangeiro) iriam esgotar. Nesse sentido avançou, em conjunto com um grupo de voluntários, uma solução que faz uso de reagentes que temos em Portugal. Segundo revelou ao jornal, dentro de poucos dias, o IMM deverá começar a fazer 300 testes por dia e a ideia é chegar aos mil.

A tecnologia usada é a mesma que já é vulgarmente aplicada no IMM na investigação do parasita da malária. A tecnologia do IMM tem duas fases: a extração do material genético (neste caso, do vírus) e depois a deteção desse material genético. “O kit tem os reagentes para fazermos as misturas todas”, diz Maria Mota.

Maria Mota adianta que vão fazer-se testes reais a dez amostras para comparar, desta vez, com os resultados do Insa. Vão usar-se as mesmas amostras, que serão processadas ao mesmo tempo, para verificar se o kit de diagnóstico português chega aos mesmos resultados do que o Insa. A partir daqui o kit estará pronto para começar a ser utilizado em diagnósticos, refere o jornal.

Inês Domingues, diretora do gabinete de comunicação do IMM refere que “Cada teste custa, em termos de reagentes e outro material, à volta de 30 euros, sem contar com os recursos humanos, que são totalmente voluntários.”

Fonte: Público

Ler 61 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Parceiros Educacionais

National Geographic   Discovery Channel      

Parceiros Tecnológicos de Referência


Teksmartit     IB6   

Usamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência ao usá-lo. Os cookies utilizados para o funcionamento essencial deste site já foram definidos. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information