ptenfrdeitrues

          Outras Línguas

English Français 

terça, junho 02, 2020

CADERNOS TEMÁTICOS : CATEDRAL FM . DIPLOMACIA . GEOPOLÍTICAKULTFASHION .  NETWORK AVIATION .  ÓRACULO DA HISTÓRIA . POLITICAL  .  SMARTVIDEO . SCOREMORE . TEKSMART IT . TECHNOLOGY MAG . MILITARY SERIES  | ECONOMY INSIGHT | PONT DES ARTS | TROUBLE SPOTS (eng)                                                                     

Você está aqui:Pintura»MICHAEL CHEVAL
domingo, 05 abril 2020 12:16

MICHAEL CHEVAL Destaque

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

 

Michael Cheval é o principal artista contemporâneo do mundo, especializado em pinturas, desenhos e retratos absurdos. Na sua definição, "absurdo" é um lado ou realidade invertido, um lado inverso da lógica. Não surge dos sonhos dos surrealistas ou do trabalho do subconsciente. É um jogo de imaginação, onde todos os laços são cuidadosamente escolhidos para construir uma trama literária. Qualquer uma das pinturas de Cheval é um mapa de sua jornada para a ilusão. Seu trabalho é muitas vezes metafórico e requer um olhar atento para decifrar as alusões muitas vezes ocultas.

Nascido em 1966 em Kotelnikovo, uma pequena cidade do sul da Rússia, Cheval desenvolveu paixão pela arte em sua infância. Quando sua família se mudou para a Alemanha em 1980, a cultura da Europa Ocidental causou uma grande impressão no jovem artista. Em 1986, ele se mudou para o Turquemenistão e se formou na escola de Belas Artes de Ashgabad. Absorvendo a filosofia oriental e o carácter da Ásia Central, ele começou a trabalhar como um artista profissional independente, moldando seu estilo e direcção surrealista. Sua decisão de imigrar em 1997 para os EUA iniciou uma nova época para o artista. Ele voltou à cultura ocidental que o inspirou muito em sua juventude alemã, mas agora ele trouxe sua própria experiência, sua filosofia e visão.

Em 1998, Cheval tornou-se membro do prestigiado National Arts Club de Nova York, onde foi distinguido com o Exhibition Committee Award em 2000. Ele também é membro da Society for Art of Imagination desde 2002. Cheval publicou dois álbuns de arte em cores - Canções de ninar em 2004 e Nature of Absurdity em 2007. Seu trabalho é aclamado internacionalmente e pode ser visto frequentemente nas galerias dos EUA e no exterior.

 

HISTÓRIA


Crescendo em uma pequena cidade no sul da Rússia, Cheval foi criado numa família de talentos criativos. Seu avô era um artista e escultor profissional, enquanto sua avó escrevia poemas para crianças; seu pai era um soldado e artista e sua tia um músico. O amor de Cheval pelo desenho se desenvolveu em sua primeira infância, levando-o a nunca questionar que ele queria ser um artista. Em 1997, Cheval imigrou para os Estados Unidos, que começaram uma era produtiva na sua vida. Ele retornou à cultura ocidental que o inspirou muito em sua juventude, mas agora estava armado com sua própria experiência, filosofia e visão.

“Nem um detalhe é acidental. Todos os detalhes são como palavras num poema. Se você der uma palavra, todo o poema é esmagado."

INSPIRAÇÃO


Em 1980, Cheval se mudou com sua família para a Alemanha, onde seu novo cenário deixou uma grande impressão no jovem artista. Museus e castelos, ruas antigas e paisagens maravilhosas do sul da Alemanha definiram permanentemente seus gostos.

A música também se tornou parte integrante da vida de Cheval. Ele cresceu curtindo música americana e, apesar de não saber inglês na época, a música inspirou cenas fantásticas em sua mente. Hoje, Cheval continua a se inspirar na música, ouvindo hard rock, jazz e música clássica ao pintar.

O estilo absurdo de Cheval deriva de grandes nomes literários como Lewis Carroll, mas também tem influências dos surrealistas Salvador Dalí e René Magritte. Cheval diz que suas obras são uma realidade invertida e um reverso da lógica que não surge de sonhos como o surrealismo, mas da imaginação.

Ele considera o absurdo um jogo de imaginação, onde todos os laços são escolhidos para construir uma trama literária. Seu trabalho inclui referências metafóricas, e o espectador é desafiado a encontrar as alusões ocultas, geralmente usando o título da obra de arte como ponto de partida.

EDUCAÇÃO

  • Depois de terminar o colegial, Cheval serviu no exército soviético por dois anos até se mudar para o Turquemenistão em 1986.
  • Em 1988, Cheval recebeu treino formal na Escola de Belas Artes de Ashgabat, absorvendo a filosofia oriental e o carácter da Ásia Central.

REALIZAÇÕES

  • Cheval publicou dois álbuns de sua obra, um em 2004 e outro em 2007, e dois catálogos de 24 páginas de suas pinturas mais populares.
  • Em 2009, Cheval foi escolhido como o Melhor de Artistas Petrolíferos do Mundo pela Série de Livros "Best of Worldwide Artists" Volume 1 (Kennedy Publishing, EUA).
  • Em 2009, o Júri do Palm Art Award e a Art Domain Gallery (Leipzig) certificaram a Cheval como vencedora do primeiro prémio do "Palm Art Award".
  • Em 2014, a Ohio Distinctive Publishing e Stanford Apseloff publicaram "Michael Cheval's Dreams", o terceiro livro que apresenta a arte de Cheval.

Referências

  • chevalfineart.com
  • parkwest-cheval.com

 

 

Ler 157 vezes Modificado em domingo, 05 abril 2020 13:36
Mais nesta categoria: « Paulus Moreelse

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Parceiros Educacionais

National Geographic   Discovery Channel      

Parceiros Tecnológicos de Referência


Teksmartit     IB6   

Usamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência ao usá-lo. Os cookies utilizados para o funcionamento essencial deste site já foram definidos. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information