ptenfrdeitrues

          Outras Línguas

English Français 

quarta, junho 03, 2020

CADERNOS TEMÁTICOS : CATEDRAL FM . DIPLOMACIA . GEOPOLÍTICAKULTFASHION .  NETWORK AVIATION .  ÓRACULO DA HISTÓRIA . POLITICAL  .  SMARTVIDEO . SCOREMORE . TEKSMART IT . TECHNOLOGY MAG . MILITARY SERIES  | ECONOMY INSIGHT | PONT DES ARTS | TROUBLE SPOTS (eng)                                                                     

Você está aqui:O Mundo Militar»Militar (E.U.A.)»EUA sem intenções de militarizar espaço com criação de Força Espacial
terça, 14 agosto 2018 17:44

EUA sem intenções de militarizar espaço com criação de Força Espacial Destaque

Escrito por Agência Lusa
Classifique este item
(0 votos)

Os Estados Unidos não têm a intenção de militarizar o espaço com a criação de uma Força Espacial, assegurou o secretário da Defesa norte-americano.

Os Estados Unidos não têm a intenção de militarizar o espaço com a criação de uma Força Espacial, assegurou esta terça-feira o secretário da Defesa norte-americano, salientando, porém, a necessidade de Washington defender os seus interesses neste domínio.

“Não pretendemos militarizar o espaço, mas sim defender os nossos interesses nele”, afirmou o chefe do Pentágono (sede do Departamento de Defesa norte-americano), James Mattis, numa intervenção na Escola Superior de Guerra na cidade brasileira do Rio de Janeiro. Mattis, que se encontra no Brasil no âmbito de um périplo por vários países da América do Sul, mencionou durante a intervenção alguns casos que, na sua opinião, justificam a criação da Força Espacial até 2020.

Os atuais esforços de Moscovo em desenvolver armas capazes de desativar dispositivos na estratosfera e a destruição por parte da China de um antigo satélite meteorológico chinês com um míssil lançado da Terra em 2007 foram os exemplos referenciados por Mattis. Como tal, o secretário da Defesa norte-americano afirmou que não preparar as forças armadas dos Estados Unidos para “este novo cenário” seria “imprudente”.

As declarações de Mattis foram feitas depois do Pentágono ter divulgado, na semana passada, um documento de 15 páginas em que apresentava os motivos e o plano de desenvolvimento deste novo (o sexto) ramo das Forças Armadas norte-americanas, cuja missão será a defesa dos interesses dos Estados Unidos no espaço.

A criação deste novo ramo está a ser encarada como uma grande aposta do Presidente norte-americano, Donald Trump. Apesar do empenho presidencial, a criação desta nova força requer da aprovação do Congresso norte-americano e não é garantido que Trump consiga convencer os legisladores da necessidade de criar este ramo.

A última vez que os Estados Unidos adicionaram um novo ramo às Forças Armadas norte-americanas foi em 1947, com a criação da Força Aérea. Actualmente, os Estados Unidos contam com cinco ramos militares: Exército, Força Aérea, Marinha, Fuzileiros e Guarda Costeira.

Ler 641 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Parceiros Educacionais

National Geographic   Discovery Channel      

Parceiros Tecnológicos de Referência


Teksmartit     IB6   

Usamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência ao usá-lo. Os cookies utilizados para o funcionamento essencial deste site já foram definidos. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information